Rose Volantê 4ª no Ranking Mundial

rose1
A notícia chegou sorridente para o boxe nacional, especialmente para a nossa “rainha” Rose Volante. Pela primeira vez uma representante do pugilismo verde e amarelo da área feminina, é incluída entre as melhores do mundo, na importante classificação da Women’s International Boxing Association (WIBA), entidade que somente trabalha com o pugilismo feminino. Sediada na cidade americana de Cooper, e presidida por Ryan Wissow, considerou que os dois títulos conquistados por Rose Volante (internacional da WIBA e Latino do CMB), são suficientes para que mereça o quarto posto na categoria peso leve (61,235 kg.), divisão que tem como campeã a belga Delfine Persoon.

Imediatamente os representantes de Rose Volante se movimentaram, determinando que ela fará uma peleja preparatória para manter a forma, e a seguir, se tudo correr bem, a disputa do título mundial. As tratativas com a WIBA já foram iniciadas, faltando apenas acertos financeiros, para que o combate pela coroa mundial, seja realizado em São Paulo.

A satisfação sorridente mencionada na primeira frase desta matéria é enorme, considerando que os fãs de Rose Volante confiam plenamente em seu boxe, para chegar a soberana glória. A WIBA classifica 61 lutadoras na categoria dos leves, o que deixa bem claro a honrosa colocação da nossa boxeadora. Eis a relação das 15 primeiras colocadas no ranking da WIBA:

1. Delfine Persoon (Belgium) – WBC champion
2. Victoria Bustos (Argentina) – IBF champion
3. Nicole Wesner (Germany) – WBF and WIBF champion
4. Rose Volante (Brazil) – INTERNATIONAL champion
5. Maiva Hammadouche (France)
6. Yohana Alfonso (Argentina) – WBO champion
7. Cecilia Comunales (Uruguay) – WBA champion
8. Ewa Brodnicka (Poland)
9. Nicole Boss (Switzerland)
10. Cindy Serrano (USA)
11. Myriam Dellal (France) – WBF 140 champion
12. Ruth Aquino (Argentina)
13. Lucia Morelli (Germany)
14. Karie Contreras (USA)
15. Natasha Spence (Canada)

Informação orignalmente postada no Facebook pela Federação Paulista de Boxe.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta