Ancajas em forma para defender título em Macau


Foto: Ryan Songalia ‏@ryansongalia

Desde que conquistou o cinturão de campeão da Federação Internacional de Boxe, em Setembro, ao derrotar o porto-riquenho McJoe Arroyo, aos pontos, Jerwin Ancajas tem-se submetido a um regime rigoroso de treinos. O lutador filipino combate em Macau já este fim-de-semana.

O pugilista filipino Jerwin Ancajas já está em Macau, onde defronta no domingo o mexicano José Alfredo Rodríguez na defesa do seu recém-conquistado título de campeão na categoria de pesos galo juniores(para atletas com um peso de até 52 quilos), pela Federação Internacional de Boxe (IBF, na sigla inglesa). Ancajas e a sua equipa chegaram a Macau, directamente de Manila, ao início da noite de terça-feira, mas na manhã seguinte, o lutador ergueu-se bem cedo para uma sessão de treino em que mostrou estar ansioso, mas também bem preparado para pisar o ringue.

O treino resumiu-se a uma sessão de exercícios leves e alguns minutos de “shadowboxing”, em que mostrou apetências e combateu um adversário invisível. Na recta final da preparação os exageros não são aconselhados, que é preciso estar fresco para o combate de domingo, previsto para 12 assaltos. O duelo terá lugar na Arena do Cotai, do Venetian e a luta chama a si o estatuto de cabeça-de-cartaz da quinta Taça CCTV do Ano Novo Lunar Chinês, integrada nos Campeonatos Mundiais da IBF. O certame integra uma série de 12 contendas que só termina na segunda-feira.

No seu regresso à RAEM, onde lutou pela última vez em 2014, Jerwin Ancajas irá pela primeira vez pelejar na qualidade de detentor de um título mundial. Aos 25 anos, Ancajas é apenas um de três pugilistas das Filipinas campeões em título nas suas respectivas categorias – a par do grande astro Manny Pacquiao, que atravessa o seu terceiro reinado como campeão de pesos meio-médios da Organização Mundial de Boxe (WBO), e de Marlon Tapales, actual campeão de pesos galo, também pela WBO.

Promovido pela MP Promotions, de Manny Pacquiao, Ancajas traz a Macau um palmarés de 25 vitórias (16 por nocaute), uma derrota e um empate e apresenta-se como favorito do desafio contra o experiente José Alfredo Rodríguez, dois anos mais velho e com um registo de 32 vitórias (19 por KO) e quatro derrotas.

Desde que conquistou o cinturão de campeão da IBF, em Setembro, ao derrotar o porto-riquenho McJoe Arroyo, aos pontos, o lutador natural da cidade de Panabo, na província de Davao do Norte, tem-se submetido a um regime rigoroso de treinos, orientado pelo técnico filipino Joven Jimenez.

Da última vez que actuou em Macau, Ancajas levou boas recordações para as Filipinas – em Novembro de 2014, nocauteou o tanzaniano Fadhili Majiha, ao terceiro assalto.

A Federação Internacional de Boxe é uma das quatro principais organizações de boxe profissional, juntamente com a WBA, WBC e WBO.

Fonte: https://pontofinalmacau.wordpress.com/

Esta entrada foi publicada em Uncategorized e marcada com a tag , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.