Entrevista com Anderson Braddock Silva

Foto: Glory

Em meio a preparação para o combate contra Benjamin Adegbuyi, no Glory 38, no dia 29 de fevereiro,  Anderson Braddock Silva nos concede uma entrevista. Um dos melhores kickboxers do Mundo e faz parte da maior empresa de Kickboxing da atualidade.

1. Como você chegou no Kickboxing?
Aos 12 anos de idade, convidado por dois amigos que já treinavam há alguns anos. Na época eu brigava muito na escola, como eles sabiam que eu gostava de briga me chamaram, até hoje graças a Deus estou no Kickboxing.

2. Quem foram seus primeiros professores?
Meu primeiro professor foi Gilmar China, treinei com ele dos 12 aos 18 anos, logo fui para treinar fora do país.

3. Atualmente como está formada sua equipe e onde você treina?
Faço parte da preparação em São Paulo, mas minha equipe está localizada no Rio de Janeiro, a Rizzo RVT.

4. Conte como foi sua época na Holanda treinando com Peter Aerts.
Fui para Holanda aos 19 anos, não sabia onde eu iria dormir, quem me buscaría no aeroporto, sem saber nada. Eu não falava inglês, holandês menos ainda. No pessoal e  profissional, foi umas das melhores épocas da minha vida, onde eu conheci e treinei com os melhores do Mundo, todos meus ídolos, os que eu não treinei ou conheci eu lutei, então foi muito bom, onde graças a Deus tenho amigos até hoje. Na Holanda eu construí minha história, fiz minha carreira internacional iniciou lá.
Os treinos com Peter Aerts, vou te falar, abriu muito minha cabeça, abriu muito a minha visão do que era o Kickboxing, o cara (Peter Aerts) é perfeccionista, tudo que a gente imagina dele e tudo mais, ele virou meu amigo pessoal, me ajudou muito quando eu estava lá, eu morava na academia, foi e é sem dúvida um amigo, um professor é um espelho para mim.
Foto: Glory

5. Você fez a grande maioria dos seus combates fora do Brasil. Conte-nos quais foram os países que você esteve combatendo ou treinando e algo engraçado em uma das viagens.
Minha carreira no Brasil foi muito curta, minha carreira foi quase toda internacional.  Bom estive em muitos paises graças a Deus, como nos Estados Unidos, alguns paises da Asia e quase a Europa inteira.
E falando em históra engraçada, bom o MMA na Europa era proíbido passar na TV aberta,
somente em canais a cabo, então nem todo mundo assiste MMA, e eu tenho o mesmo nome do Anderson Silva e poxa até  eu ter minha fama, quando eu estava em algum hotel e descia para pesagem ou fazer alguma refeição, tinha muita gente para tirar foto comigo,
achando que eu era o Anderson Spider Silva, eu me divertia muito, tirava foto com o
pessoal, foram momentos engraçados.

6. Mesmo que muita gente já saiba, mas por favor, conte como veio seu
apelido Braddock.
Esse apelido vem de uma história engraçada, como eu comentei antes, quando eu era jovem, eu brigava muito na rua, na escola e em todos lugares que você imaginar, já lutei à noite por dinheiro, um maluco!
Em um época passava sempre o filme Braddock do Chuck Norris na TV, e um amigo me disse: Nossa você parece o Braddock briga sempre, um dia eu briguei na rua e o cara que brigou comigo disse a um amigo que eu parecia o Braddock porque era muito forte, e aí pegou, todos começaram a me chamar de Braddock.

7. Você é um lutador de Elite no Kickboxing mundial, combatendo sempre
entre os melhores, qual foi o seu adversário mais complicado?
Graças a Deus consegui alcançar todas minhas metas profissionalmente, sempre tive como  meta estar entre os melhores e estou entre o melhores, já batalhei com quase todos os melhores, fica dificil falar quais foram as mais dificeis, mas bem, as duas luta que tive com Remy Bonjasky foram difeieis, com Badr Hari, mas acho que a mais dura foi comntra o Sergei Kharitonov no Glory 16, ele era um dos meus ídolos, tinha muita vontade de lutar com ele, por ele ser forte, resiste e agressivo, acho que ele foi o lutaro mais complicado, o que mais exigiu de mim, foi o adversário mais dificil.

8. Ano passado você fez e venceu dois combates de MMA no evento
Hit-FC – Hit Fighting Championship, edições 2 e 3. Pretende fazer mais combates no MMA este ano?
Isso, ano pasasdo foi minha estréia no esporte. Entrei no MMA por diversão, para lutar, sair na porrada, fazer o que a gente gosta, e gostei, lutar com a luva menor, foi muito bom. Este ano já tenho mais 3 lutas de MMA programadas, acredito para o final de março, não sei se será no Hit FC, mas vou me divertir, lutar sem obrigação, sem muito peso nas costas é muito bom.

9. Em algum momento você foi convidado ou pensou em combater no Boxe também?
Poxa sou apaixonado pelo Boxe, quando eu tinha 16 anos eu fui campeão de Boxe na Forja de Campeões, tive inúmeras propostas para seguir no Boxe, mas como eu comecei no Kickboxing, queria ser o melhor e estar entre o melhores da categoria. Eu quero ainda fazer alguns combates no Boxe quando estiver já no final da minha carreira, espero realizar essa vontade.

10. Que outros esportes chamam sua atenção, para práticar ou assistir?
Bom, me agrada muito futebol americano, wrestling ver e praticar, o futebol americano eu só assisti. Basquete eu pratico às vezes e assisito. Sou um cara que sempre foi ligado ao esporte, eu assisto muito, gosto de acompanhar, mas o que eu mais me identifico é o futebol americano, wrestling e futebol.

11. Como vem sua preparação para o Glory 38, onde enfrentará Benjamin Adegbuyi?
Quando você viajará para os Estados Unidos?
Luto no Glory 38, dia 29 de fevereiro, em Chicago contra Benjamin Adegbuyi, eu já era para ter lutado com ele uma vez, naquele momento ele não tinha conseguido o visto para os Estados Unidos, acabamos não lutando.
Minha preparação está sendo no Rio de Janeiro, já estou aqui há seis semanas, devo ir para os Estados Inidos dia 19 ou 20 de fevereiro. Esta sendo muito boa minha preparação, estou me sentindo muito bem, rápido e confortável. Se Deus quiser vai ser uma luta maravilhosa para o público e para o fãs de Kickboxing, espero dar meu melhor e que meu adversário também e façamos uma luta que ficará marcada na carreira de ambos.

Por Márcio Reginatto

Esta entrada foi publicada em Uncategorized e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.