Valdemir “Sertão” Pereira

sertao

Um honra entrevistar um tremendo boxeador, como Valdemir Pereira, o Sertão, campeão mundial IBF na divisão dos penas. Um homem de Deus, com vontade de trabalhar pelo Boxe nacional e  que está disposto a iniciar um trabalho para formar campeões usando todo seu conhecimento e que só precisa de um pouco de apoio para tocar seus projetos.

Quando você começou a praticar Boxe?
Comecei treinar porque um dia me roubaram um sorvete e me bateram.

Quem foram os seus primeiros treinadores e onde você treinava?Foram Dora e Dariu no fundo do quintal.

Quem era seu ídolo no Boxe quando você estava iniciando sua carreira?
Sugar Ray Leonard.

De onde nasceu seu apelido?
Meu professor Dora me pôs esse apelido Sertão.

Qual foi o adversário que você mais duro?
Fahprakorb Rakkiatgym, o tailandês canhoto que eu enfrentei, venci e conquistei meu título pena da International Boxing Federation.

Você tinha algum ritual ou mania em especial antes de subir no ring?Tudo que eu fazia era orar.

Conte como foi quando lhe contaram que você iria disputar um título mundial?
Eu fiquei muito surprese e feliz com a notícia.

Você pretende preparar boxeadores para serem futuros campeões?
Com certeza, mas para isso necessito de mais apoio.

Você trabalha em um projeto municipal onde você ensinava Boxe nas escolas, há possibilidades desse projeto voltar?
Depende dos políticos.

Deixe uma mensagem aos seus fans.
O cair é do homem, mas o levantar é de Deus, e Deus está sempre no comando. Cada um de vocês sigam seus sonhos, caminhando corretamenta e que sejam pessoas exemplares no futuro.

Por Márcio Reginatto – Boxeando.Net