Mateo Verón.

mateo

Nosso entrevistado é Mateo Verón, boxeador argentino que foi campeão argentino na divisão Súper Welter, campeão Latino Interino dos Conselho Mundial de Boxe na divisão dos Médios. É o próximo adversário de Acelino Popó Freitas.

Quando você começou a praticar Boxe?
Comecei acompanhando meu pai na academia, tudo começou como uma brincadeira com meu irmão, éramos pequenos, com 12 anos mais ou menos.
Fui ficando mais sério aos 14 anos, então obtive a licença de boxeador amador, desse momento não parei mais.

Quem foi seu primeiro treinador?
Meu primeiro treinador foi meu pai, Ramón Verón, e sigo com ele até hoje, mesmo que muitos não vejam tão bem, meu pai segue sendo meu terinador.

Qual foi a reação de sua famíalia quando você começou com o Boxe?
Na verdade neste momento ninguém imaginava que eu seguiría por muito tempo neste esporte, já quando o tempo passou o problema foi minha mãe, ela não gostou, sempre preferiu que eu estudasse, pelo Boxe eu larguei os estudos.

Como sua época no Boxe amador?
Muito parecido ao profissional, sempre lutei com todos, tudo foi aprendizagem e sempre me serviu.

Qual foi a diferença que você notou ao passar para o profissional?
Foi a de não usar o protetor de cabeça, as luvas menores e as vendas, mas isso é igual para todos. É questão de se acostumar, nada mais.

Quem foi o rival mais dificil que você enfrentou?
Acredito que foi Marcos Vergara, quando conquistei o título Latino Interino WBC na divisão Médio.

Como está formado sua equipe de treinadores neste momento?
Então, Ramón Verón é meu treinador, como já havia dito, e meu preparador físico Alejandro Gonzalez.

Como está a preparação para o próximo combate?
Estamos fazendo um trabalho muito intenso, olhando muito ao rival, já que é algo novo para mim.

Poderiam deixar uma mensagem aos fans do Site Boxeando?
Sm, como não. Pessoal, tudo é tempo, sacrifício e dedicação! Abraço a todos!


Por Márcio Reginatto – Boxeando.Net