Walmir Rego – Árbitro

walmir
Entrevistamos um dos grandes do Boxe, Walmir Rego, árbitro internacional, uma pessoa casrismática e simples. Tem um conhecimento de Boxe que realmente pode ser chamado de mestre. 

1 – Como você chegou ao Boxe?
Em 1.966 iniciei no boxe como atleta  na academia na Ladeira de Porto Geral no Centro.

2 – Quem foram seus primeiros professores?
Foi Ralf Zumbano.

3 – Antes de ser árbitro, chegou a competir? Por favor conte-nos como foi essa época.
Competições internas somente. Lembro de uma vez era para eu competir em Ribeirão Preto, mas tinha um cara na academia bem mais novo que eu de Boxe, Ralf preferiu escalar ele para luta, pois ele fez luvas com Ralf e deu algumas pegadas que foi elogiado,  eu então fui fazer luvas com Ralf pensei vou dar umas pegadas nele, ele abriu eu mandei ele só defendeu. Colocou a mão na perinha como e conhecida…  Moral da estória quando eu voltei do KO, estava sentado na bacia do banheiro em frente o ringue com gelo na nuca, Ralf nem ai continuou a fila de espera dos caras que estavam fazendo luvas (risos)

4 – Quando você se tornou árbitro?
Em 1996.

5 – Quais foram os combates mais marcantes que você já arbitrou?
Foram muitos, tive a oportunidade de fazer cinco títulos mundiais.
wlamir-wiba
Com o cinturão da WIBA.

6 – Conte algum história ou algo muito raro que você já viu em um ringue.
Tenho muitas, acho que a mais engraçada foi na Argentina. Fui ao corner de um dos boxeadores para que tire o excesso de vaselina no rosto, então o técnico deste boxeador é meu amig, tinha me dito que seu boxeador era surdo, então eu falei com o boxeador gritando, e dava os comandos de árbitro com um grito bem forte para que me escute. O treinador meu amigo veio e me disse: Rego, porque porque você grita alto para falar com meu boxeador. Eu disse: Ué, mas você disse que ele é surdo. Então o treinador disse: Zurdo com Z significa canhoto. Quem não ouviu direito fui eu.
walmir-paco Valcacel
Com Paco Valcarcel, presindente da WBO.

7 – Qual foi o ou os combate/s mais complicado/s que você estava como árbitro?
Sem dúvida foi a revanche do Yamaguche contra o argentino Fidel Ríos em Santos, na primeira luta já tinham sido desclassificados os dois, houve muita polêmica e o trabalho do árbitro José Bezerra foi muito criticado pela impresa, lógico que iam ficar de olho no próximo árbitro que ia atuar. O orgão que estava fiscalizando era o Conselho Nacional de Boxe, eu fui escalado diretamente pelo Seu Pepe por intermédio do Kako Ribeiro. Fiz meu trabalho normal,  lógico que foi uma luta difícil. Argentinos não dão moleza para ninguém mesmo, conheço bem já atuei varias vezem lá

8 – Qual é o boxeador ou boxeadores que você mais admira?
Tenho vários, mas Éder Jofre fez parte de toda  minha vida no Boxe, tenho um filho com nome Eder, nasceu dia 29 de maio de 1973, eu tinha consultado minha esposa, se o Éder ganhasse o título meu filho chamaria Éder. Está aí o Dr. Eder Rêgo com muito orgulho.
walmir-eder
Com Éder Jofre.

9 – Na sua opinião quais são os requisitos que uma pessoa deve ter para ser um bom árbitr ou jurado de Boxe?
Gostar do Boxe e se dedicar.

walmir-servilio
Com Servílio de Oliveira, nosso primeiro medalhista olímpico.

10 – Atualmente você ministra curso de arbitragem, conte um pouco como funciona, e como os interessados podem entrar em contato com você para adquirir um pouco do seu conhecimento?
Olha é fácil, formar uma turma de no mínimo dez alunos, uma taxa para despesa com xerox, café, paga só minha gasolina pois faço o que gosto não vivo disso, deve ficar em torno de 100 a 150 por aluno.
Estarei aqui a disposições no que eu poder. Email: Walmir.rego@yahoo.com.br  e Cel (11) 98818-2269 (Tim).

11 – Por favor deixe uma mensagem à todos fans de Boxe e também àqueles que querem iniciar-se como árbitro.
Sou uma pessoa simples, um empresário do ramo imobiliário aposentado que ama o Boxe, que nunca mede distâncias para colaborar na nobre arte.

Por Márcio Reginatto