Boxeadores turcos que participaram do pré-olímpico têm coronavírus


Foto: Twitter @gbboxing 

O torneio pré-olímpico foi suspenso em 16 de março pela crescente ameaça da disseminação do Covid-19, que causou milhares de mortes em todo o mundo.

A Federação Turca de Boxe denunciou na quinta-feira as insuficientes medidas de saúde encontradas nos testes de qualificação europeus para as Olimpíadas de Tóquio, que ocorreram em meados de março em Londres e depois dos quais os boxeadores turcos deram positivo para o novo coronavírus.

O torneio pré-olímpico foi suspenso em 16 de março pela crescente ameaça da disseminação do Covid-19, que causou milhares de mortes em todo o mundo.

Para o presidente da Federação Turca de Boxe (TBF), Eyup Gozceç, a causa-consequência parece clara: três boxeadores e um treinador de seu país deram positivo para o novo coronavírus após sua estadia na capital britânica.

“Quando a pandemia se espalhou pelo mundo, eles fingiram que nada estava acontecendo. Eles deveriam ter adiado os testes”, disse Gozceç à AFP.
O torneio, que duraria até 24 de março, começou no dia 14 com uma audiência no Copper Box Arena, reunindo cerca de 350 boxeadores e boxeadores de diferentes países.
A princípio, os organizadores anunciaram que o evento continuaria a portas fechadas, antes de finalmente optar por sua suspensão.

“Não havia medidas de proteção, gel hidroalcoólico ou luvas”, disse Gozgeç.
“O conjunto de treinadores e jogadores ficou em dois hotéis. Todos comemos juntos em uma espécie de cantina. Não houve aviso, nenhuma medida, como se a epidemia não estivesse lá”, lamentou.
Gozgeç indicou que havia enviado e-mails “às autoridades competentes” para reclamar da situação.

Sua própria família, diz ele, tentou convencê-lo a não viajar para Londres, mas decidiu ir porque acreditava que “medidas seriam necessariamente tomadas, considerando que era um torneio para os Jogos Olímpicos”.

“O Reino Unido é um país desenvolvido do G8, mas falhou neste teste”, continuou o líder da Federação Turca.Ele próprio está em quarentena há nove dias, mas esclareceu que, por enquanto, sua saúde “está indo bem”.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. Adicione o link permanente aos seus favoritos.